Sono e viagens

É importante levar em consideração como o sono e as viagens podem afetar a rotina diária
 

 

Sono

O sono é essencial para a saúde e o bem-estar como um todo, mas, muitos pacientes com fibrose cística (FC) relatam perturbações e sono de baixa qualidade. São vários elementos capazes de afetar a qualidade do sono em pessoas com FC, como tosse, alguns medicamentos e maior esforço para respirar.1

Distúrbios do sono e hipóxia noturna (redução no fornecimento de oxigênio) são comuns em pessoas com FC, e em alguns casos podem exigir oxigenioterapia.2 Se você estiver com dificuldade para dormir ou perceber uma alteração nos hábitos de sono, peça orientação para seu médico.

 

Dormindo fora de casa e ficando mais tempo na cama

Se você for dormir fora de casa, lembre-se de levar consigo medicamentos suficientes para o tempo em que ficará longe. Se você planeja ficar mais tempo na cama no fim de semana ou em feriados, planeje o momento para tomar seu tratamento, para que você não perca nenhuma dose.

 

Viagem

Sempre que você estiver longe de casa, não deixe de se planejar com antecedência para ter consigo todas as medicações de que precisará.

Para férias prolongadas, e especialmente se você for viajar para o exterior, é melhor criar com seu médico um plano de tratamento.

Se você souber que estará longe de casa:

  •  Leve alguns dias adicionais de medicação e outros suprimentos, como alguns comprimidos ou máscaras nebulizadoras a mais.
  •  Guarde esses comprimidos extras em um local separado, caso você esqueça onde colocou ou perca um lote de comprimidos.
  •  Ao viajar, garanta acesso a lanchinhos gordurosos e fáceis de comer. Pode ser um lanche saudável ou um punhado de nozes ou sementes.
  •  Deixe as outras pessoas cientes e tenha os detalhes de contato do seu médico ou enfermeiro à mão caso precise pedir orientação a eles.
     

Viajando para o exterior

Viver com FC não faz com que você pare de viajar para o exterior, só exige mais planejamento.

Lembre-se de conversar com seu médico ou enfermeiro a respeito de todas as viagens que você estiver pensando em fazer. Eles poderão falar sobre as instituições de saúde disponíveis no destino pretendido e todas as considerações específicas do país.

 

Preparando seus documentos

Antes de viajar, não se esqueça de preparar todos os documentos de que precisa para viajar com remédios e acessar cuidados médicos no destino.

Isso pode incluir:3

  •  Um prontuário médico detalhado e histórico de vacinação (em inglês).
  •  Um certificado da alfândega mostrando que você tem permissão de viajar com remédios, agulhas e tanque de oxigênio (dependendo das necessidades). Pode valer a pena também levar uma carta do médico explicando quais remédios são necessários e as quantidades aproximadas.
  •  Detalhes da sua apólice de seguro, incluindo contato de emergência.
  •  Detalhes de contato da sua equipe de cuidados da FC em casa.
  •  Detalhes de contato de uma clínica de FC ou de um hospital bem-equipado no seu destino.
  •  Detalhes de contato de uma associação local de pacientes (caso haja).
     

Durante a viagem

Há uma série de fatores a serem considerados em viagens ao exterior, de riscos de infecção ao viajar de avião até exigências para transporte seguro de remédios, alterações climáticas e a quantidade de locais para cuidados de FC no destino.3 Tudo isso deve ser conversado com a equipe que cuida da sua FC antes da partida.

Se você estiver viajando de avião, é bom avisar a companhia aérea sobre suas necessidades com bastante antecedência à data da viagem – o ideal é no momento da reserva e novamente alguns dias antes da partida. A companhia aérea deve dar todo o apoio de que você precisa para embarcar no avião com segurança e mantê-lo confortável durante todo o voo. Se você estiver viajando com oxigênio, pode precisar de preparo específico para isso.3

Se estiver viajando com medicamentos, o ideal é que eles sejam levados consigo na bagagem de mão. Caso não seja possível, leve o equivalente a semana de medicamentos junto com você, caso a mala seja extraviada.3

Assuntos relacionados

References

  1. Jankelowitz L, Reid K, Wolfe L et al. Cystic Fibrosis Patients Have Poor Sleep Quality Despite Normal Sleep Latency and Efficiency. Chest. 2005;127(5):1593-1599.

  2. De Castro-Silva C, De Bruin VMS, Cavalcante AGM, et al. Nocturnal Hypoxia and Sleep Disturbances in Cystic Fibrosis. Pediatric Pulmonology. 2009;44:1143-1150.

  3. Hirche T, et al. Travelling with cystic fibrosis: Recommendations for patients and care team members. J Cyst Fibros. 2010;9:385-399.