Sistema digestório

A fibrose cística causa problemas no funcionamento do sistema digestório

 

Como a proteína CFTR* é encontrada em todo o corpo, pessoas com fibrose cística (FC) apresentam uma ampla variedade de sintomas. Tais sintomas, bem como a gravidade deles, podem variar drasticamente de uma pessoa para outra. Essa variação é resultado das mutações do CFTR, dos genes e do ambiente de cada indivíduo.1

 

O sistema digestório

O processo de digestão – decomposição do alimento para absorção dos nutrientes – começa na boca e tem continuidade à medida que passa para o estômago e o intestino delgado. Aqui, o pâncreas tem um importante papel na decomposição e na absorção dos nutrientes.2

 

O pâncreas

O pâncreas produz enzimas, que são substâncias químicas usadas pelo corpo para decompor alimentos.

Em uma pessoa com FC, os dutos pancreáticos podem ficar bloqueados com muco. Essas enzimas então, têm dificuldade para chegar ao intestino delgado, onde são necessárias para realizar a sua função.1

 

Os dutos pancreáticos podem ficar bloqueados por muco

Sem essas enzimas, o corpo tem dificuldade em decompor os alimentos e absorver nutrientes vitais. Isso pode acarretar:1

  • Deficiência de crescimento, puberdade tardia e lento ganho de peso, mesmo mediante a ingestão de muita comida.

  • É frequente o relato de fezes oleosas e volumosas ou dificuldade de evacuar.

Com o tempo, os bloqueios de muco começam a danificar as células pancreáticas e reduzir a produção de enzimas, o que é extremamente comum em pessoas com FC.2,3

Junto com a medicação indicada pelo médico, muitas pessoas com FC são aconselhadas a seguir uma dieta específica para FC de forma a fornecer os nutrientes necessários e ajudar a tratar os sintomas digestivos.

 

*CFTR = regulador da condutância transmembrana da fibrose cística (do inglês "Cystic Fibrosis Transmembrane Conductance Regulator")

 

Diabetes relacionada à fibrose cística (DRFC)

 

Cerca de 1/3 dos adultos com FC tem diabetes relacionada à fibrose cística (DRFC).1

À medida que envelhecem, os danos ao pâncreas dessas pessoas podem acabar por interromper a produção suficiente de insulina (um hormônio que ajuda o corpo a lidar com os níveis de glicose no sangue). Sem insulina suficiente, a pessoa desenvolve diabetes.1

Algumas pessoas com DRFC sentem maior necessidade de ingerir líquidos e de urinar, relatam muito cansaço, perda peso ou dificuldade em ganhar peso. Pode ocorrer também uma diminuição inexplicada na função pulmonar. Já outras pessoas com DRFC, por outro lado, não apresentam sintoma algum.1,4

Se você estiver preocupado com algum sintoma relacionado à FC, peça orientações ao médico.

 

Outros sintomas relacionados à digestão

Pessoas com FC podem ter diversos problemas digestivos, com os possíveis resultados:

  • Flutuação do peso – Algumas pessoas com FC sofrem perda de peso ou têm dificuldade para ganhar peso por diversos motivos. Por exemplo: o fluxo reduzido de enzimas pancreáticas para o intestino delgado dificulta a liberação dos nutrientes dos alimentos, daí a necessidade de energia extra para combater infecções e, para quem tem DRFC, pela incapacidade de usar o açúcar dos alimentos ingeridos.1

 

  • Síndrome da obstrução intestinal distal (SOID) – Algumas pessoas com FC produzem fezes mais grossas que o usual, por conta da dificuldade de digerir alimentos. Isso pode criar um bloqueio no intestino delgado, causando dores e náusea. O tratamento de SOID, varia dependendo da gravidade dos sintomas e da obstrução.4

 

  • Doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) – A DRGE é muito comum em pessoas com FC. A DRGE ocorre quando o ácido estomacal sobe pelo esôfago (o tubo que conecta a boca ao estômago). O resultado vem na forma de azia, dor e inchaço.5

Referencias

1. O'Sullivan B, Freedman S. Cystic fibrosis. The Lancet. 2009;373(9678):1891-1904.

2. Cystic Fibrosis Foundation website.

3. Rowe S et al. Mechanisms of Disease: Cystic Fibrosis. The New England Journal of Medicine. 2005;352:1992-2001.

4. John Hopkins CF Centre website.

5. Robinson N, DiMango E. Prevalence of Gastroesophageal Reflux in Cystic Fibrosis and Implications for Lung Disease. Annals of the American Thoracic Society. 2014;11(6):964-968.

 
Cancelar

Close

To access the Healthcare Professionals' section you must verify your professional status using OneKey Web Authentication.

Press continue to use your existing OneKey account or register for a new OneKey user account.

Link to website terms and conditions